quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Os Fumíadas

No espírito da sátira literária e espírito patriótico que tem sido parte tão (in)constante do mais nosso que vosso Fugem, não podíamos deixar passar a hipótese de corrigir um erro histórico de Luís de Camões, que narrou erradamente a viagem lusitana até à Índia, focando-se equivocadamente na importância da mesma como fonte de especiarias e expansão Imperial. Aqui no Fugem, sabemos que a viagem teve como único propósito arranjar droga. Mas droga da boa. Deixo-vos com a correcção em constante crescimento da verdadeira narrativa da glória lusa:

Os Fumíadas

Canto I

Os filtros e as mortalhas enroladas,
com a droga espanhola ou lusitana,
Por misturas nunca de antes experimentadas,
Fumaram ainda além da marijuana,
Em fumos e passas esforçadas
Mais do que prometia o pulmão humano,
E entre gente remota encontraram
Novas drogas que tanto traficaram.

Como todas as outras infrutíferas obras literárias que este blog transpôs para o público que não temos, esta também vai ter blog próprio. Porquê? Porque podemos. E porque esta vai ser grande. Se é que me entendem ^^ As próximas entradas não estarão presentes aqui, mas sim no link que se segue:
http://www.fumiadas.blogspot.com



(\__/)
(='.'=)
(")_(")   Ah. O Grotsky está de volta.

5 comentários:

(Mr.) Bacelar disse...

Ah grande Maia Neto xD
Só vocês pa se lembrarem duma merda destas pah :D

joana m. disse...

já nem o nome do teu coelho gay sabes escrever......

joana m. disse...

sem qualquer tipo de ofensa para o Grotsky, claro! :)

Anónimo disse...

Suponho que no mínimo a fonte de inspiração tenha sido um bruto de um charro daqueles tipo...Bob Marley style!!!

Maia Neto disse...

O Grotsky quer agradecer à joana m. por não ter deixado passar incólume esta falta de respeito à sua pessoa.

Pessoalmente, quero agradecer à joana m. por demonstrar que alguém lê o Fugem.
Com atenção.

Por isso em nome do painel fuginte, esperamos sinceramente que arranjes uma vida brevemente -.-