domingo, 17 de dezembro de 2006

Noddy: Actor ou Contrabandista?

Mais alguém acha que o mergulho olímpico é um campo de treino para suicidas?

Bem, como já devem ter percebido pelo meu singular encadeamento de ideias, este post vai ser sobre gastronomia natalícia. E sobre que aspecto da gastronomia de natal poderia eu falar além da comida? Pois é, vou falar de papinha... mais precisamente, da papinha que me irrita por não ter nada a ver com o Natal. E quero com isto que o bacalhau seja banido das mesas natalícias por todo o Portugal e também do Alentejo. E porquê? Ou porque não? Ou quem?...? Ok, esqueçam a última, mas o bacalhau irrita-me porque não tem nada a ver com o Natal, à excepção de ser um peixe. Ora no presépio não há nenhum bacalhau, há sim uma vaca. Assim sendo, porque não bifes de Natal em vez de bacalhau de Natal? Vocês sabem que querem... ;) e faz mais sentido, as vacas sempre ganharam aos bacalhaus em tudo...
Além disso, se parássemos de importar bacalhau da noruega e comêssemos os bifes de produção nacional, Portugal seria o país mais rico da Europa. Mais uma maneira de salvar a economia portuguesa =)

(\__/)
(='.'=)
(")_(")

2 comentários:

jaojao disse...

k tem o titulo a ahver com o texto?!?!?!
fikei estupido a tentar perceber...

JoLi disse...

lool, tentaste fazer uma ligaçao lógica entre o título e o texto... como é q tal t passou pela cabeça, sinceramente... xD