sábado, 25 de novembro de 2006

Fenómeno Floribella

Para quem não conhece a Floribella é um estranho ser que vive numa mansão de uns alemães e que é muito boazinha! Tudo começa quando uma pobre menina com sotaque do norte é contratada para trabalhar como ama numa casa onde vive uma família alemã. E até agora parece quase uma espécie de "música no coração", mas o melhor está para vir. Essa pobre criatura é uma gata borralheira que se apaixona por o dono da casa, o irmão mais velho da família, que é riquíssimo, loiro e de olhos azuis! Um príncipe portanto. Ou seja agora de repente a história assemelha-se mais com a cinderela. Só que não acaba aqui, essa linda e pobrezinha menina tem um grande coração e ajuda todos que lhe aparecem à frente, principalmente criancinhas. E segundo ela "é feliz porque é pobre". A história já está a virar um bocado para Madre Teresa de Calcutá. Contudo ainda há uma característica da personagem principal, a Flor, que é cantar maravilhosamente bem e encantar todas as crianças que a ouvem. Já vai remeter portanto para uma Ana Malhoa versão miniatura, mas tendo em conta as criancinhas talvez um bocadinho de Bibi à mistura, não sei digo eu. Concluímos que este fenómeno da televisão portuguesa é um completo plágio de muitas outras histórias e pessoas já existentes. Porém ainda há o pormenor de ser uma telenovela de origem argentina! O que quer dizer que a Ana Malhoa também é responsável pela desgraça de muitas dos jovens desse país. Mas afinal o que é isto? Que tipo de televisão se produz em Portugal? Para quem já está com a faca pronta para cortar os pulsos tenha calma por favor, sim porque ainda tenho uma cena ainda pior para vos dizer. Esta querida Floribella, para alem de já ter andado na minha escola, que eu ia jurar que tinha boa reputação, Escola Secundária Aurélia de Sousa, ainda enche espectáculos para dar autógrafos. Os famosos showtógrafos da Floribella. Por incrível que pareça arrasta mais crianças que o Bibi e o Carlos Cruz juntos, e fanáticos por musica de má qualidade que o Tony Carreira. E pronto agora sim, deixem a faca para cortar os pulsos e vão buscar a pistola à gaveta e se mesmo assim não for o suficiente liguem a televisão e quando aparecer o anúncio das “t-shirts para as meninas e para os meninos floribella, cuequinhas floribella, saia floribella, ténis da sorte floribella” acreditem que ninguém resiste!

2 comentários:

P@tra disse...

Ela andava nos curriculos alternativos da ESAS.... quem diria...

Pina disse...

O Aurélia tem boa reputação...?