terça-feira, 23 de maio de 2006

Portugues nao e pimba!

Meu adorável e erudito amigo..PORTUGUÊS NÃO É PIMBA! O belo do protugués se foreh bem excrito, e bem aprubeitado, sai cousa bunitâ .. intendextes? ( =x ) põe-te no lugar do valente do inglês e ouve por exemplo a nova musica da melanie c, aqela q tem a mania q fazia piruetas no ar de fato de treino e q agora anda aí nas novelas a incentivar supostas relações incestuosas (onde é que eu já vi isto? ) num qualquer canal rasca da nossa decadente televisão portuguesa. Isso sim é pimba!! e do pior.. mas pronto, onde eu quero chegar é que cada letra duma musica em cada língua tem a sua musicalidade e o seu ritmo, o seu significado especial na lingua (falo do portugues pqe uma palavra so pode querer dizer que a odiável vizinha q mora por cima não para de berrar ao pobre do gato que entre
pa dentro.." OLHA QUE CHÓVE MEU ANORMAL! OLHA QUE CHOVE " muito querida a senhora). E que mudando de uma língua pa outra perde todas essas características especiais que tinha. E como o português é uma língua exigente, dificil de manobrar, e com fortes probabilidades de ganhar um certo teor parolo, não são todos que conseguem escrever português bonito de se ber!
E é Carlos Tê que fala precisamente disto , interpretado por esse grande grupo "Clã" (oh traduz este! ahhhh vees! ) , grande letra em português , nada parola , nem pimba, aliás como todos os escritos que esta criatura faz ! EMBRULHA:

"Só pra dizer que te Amo,
Nem sempre encontro o melhor termo,
Nem sempre escolho o melhor modo.

Devia ser como no cinema,
A língua inglesa fica sempre bem
E nunca atraiçoa ninguém.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

Só pra dizer que te Amo
Não sei porquê este embaraço
Que mais parece que só te estimo.

E até nos momentos em que digo que não quero
E o que sinto por ti são coisas confusas
E até parece que estou a mentir,
As palavras custam a sair,
Não digo o que estou a sentir,
Digo o contrário do que estou a sentir.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

E é tão difícil dizer amor,
É bem melhor dizê-lo a cantar.
Por isso esta noite, fiz esta canção,
Para resolver o meu problema de expressão,
Pra ficar mais perto, bem mais de perto.
Ficar mais perto, bem mais de perto."

O que é nacional é mesmo bom! E quem disser o contrário além das vísceras lhes serem moídas, leva um beijo da gaja d'O Exorcista'! (venham as vísceras ! )
abrço .. teles

2 comentários:

maryza.. disse...

apoiadissimo oh teles!!lool..bjao

PauLiNha disse...

Fui ameaçada por este senhor.. por isso.. sim sim, tens tooooooda a razão =P Lol pronto, a sério, está certo.. Mas o PT tem alguma razao tb =P =P Bjo